Uma multidão invadiu o local do Tbilisi Pride Fest, forçando o cancelamento do evento

Centenas de manifestantes pelos direitos dos homossexuais invadiram um festival LGBT na capital da Geórgia, vandalizando o palco, ateando fogo e saqueando o bar do evento.

TBILISI, Geórgia – Centenas de manifestantes pelos direitos dos gays invadiram um festival LGBT na capital da Geórgia no sábado, vandalizando o palco, ateando fogo e saqueando o bar do evento.

Os participantes do Tbilisi Pride Fest foram evacuados com segurança do local, disse o vice-ministro do Interior da Geórgia, Aleksandre Tarakvelitze. Os organizadores do festival pediram que as pessoas não comparecessem ao parque à beira do lago onde o evento acontecerá.

A mídia georgiana estimou que cerca de 5.000 pessoas marcharam para o local. Muitos deles agitavam bandeiras georgianas e carregavam símbolos religiosos.

A hostilidade contra as minorias sexuais é forte na Geórgia, principalmente os cristãos ortodoxos, e alguns eventos LGBT anteriores foram recebidos com violência.

Tarakvelitze disse que a polícia tentou deter os manifestantes, mas não conseguiu deter todos eles.

Mas os organizadores do evento criticaram a polícia por ser ineficaz, dizendo em um comunicado: “A polícia não bloqueou a rota que leva ao local do festival para deter um grupo agressivo. A polícia não usou força desproporcional contra os agressores.

READ  Este analista diz que o banco central poderia cortar as taxas em 75%.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *