3 mulheres americanas desaparecidas após cruzar a fronteira com o México há 2 semanas

(CNN) Acredita-se que três mulheres americanas que cruzaram a fronteira dos Estados Unidos vindas do Texas para vender roupas em um mercado de pulgas há duas semanas estejam desaparecidas no México, disse a polícia à CNN no sábado.

Marina Perez Rios, 48, sua irmã Martiza Trinidad Perez Rios, 47, e sua amiga Dora Alicia Cervantes Saenz, 53, cruzaram para o México em 24 de fevereiro, disse o chefe de polícia de Peñitas, Texas, Roel Bermea, à CNN no sábado.

Permea disse que o grupo viajou para a cidade de Montemorelos, no estado mexicano de Nuevo Leon, para vender roupas em um mercado de pulgas. O mercado de pulgas fica a cerca de 3 horas de carro ao sul da fronteira dos EUA.

As três meninas desapareceram há uma semana Quatro americanos foram sequestrados 3 de março na cidade fronteiriça mexicana de Matamoros, que fica a cerca de 300 milhas a leste de Montemorelos.

Dois americanos, Shayed Woodard e Jindel Brown, foram mortos e seus corpos foram entregues a autoridades diplomáticas dos EUA na quinta-feira, disse uma autoridade mexicana. Os dois sobreviventes – Latavia Washington McGee e Eric Williams – retornaram aos Estados Unidos na terça-feira para tratamento hospitalar.

Seis pessoas no total foram presos O procurador-geral de Tamaulipas, Irving Barrios Mojica, disse na sexta-feira em conexão com o sequestro de 3 de março, incluindo a violência de terça-feira.

A Uma carta de desculpas foi emitida Na quinta-feira, acredita-se que o Cartel do Golfo seja o responsável pelos sequestros, e o grupo entregou cinco de seus membros às autoridades locais, de acordo com imagens que circulam online e uma versão de uma carta obtida pela CNN de um oficial em andamento. Investigação.

READ  Israel atacou o Líbano depois que o Hezbollah atacou as Fazendas Sheba

Autoridades americanas estão oferecendo ajuda

O marido da Marina ligou para as meninas o fim de semana inteiro. Quando ela não teve notícias deles na segunda-feira, ela pediu ajuda aos investigadores, segundo as autoridades.

O departamento confirmou que as mulheres cruzaram a fronteira no porto de entrada de Anzaldúas em 24 de fevereiro em um Chevy Silverado 1995, disse o chefe.

Assim que a travessia foi confirmada, o FBI foi notificado, disse Permia.

A CNN procurou o FBI para comentar, mas não obteve resposta.

Não está claro se as autoridades mexicanas estão investigando o assunto.

Um porta-voz do Departamento de Estado disse à CNN: “O Departamento está ciente dos relatos de três cidadãos americanos desaparecidos no México”.

“O Departamento de Estado não tem maior prioridade do que o bem-estar e a segurança dos cidadãos americanos no exterior. Estamos prontos para fornecer assistência adequada aos cidadãos americanos e suas famílias necessitadas”, disse o porta-voz.

“Quando um cidadão dos EUA desaparece, trabalhamos em estreita colaboração com as autoridades locais enquanto realizam esforços de busca e compartilham informações com a família o máximo que podemos”, disse o porta-voz.

O ministro-chefe instou o público a ligar para as autoridades locais com qualquer informação que leve ao paradeiro das mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *